Museu Nacional Ferroviário


O Museu Nacional Ferroviário situado no Entroncamento foi inaugurado a 18 de maio de 2015. Tem ainda vários núcleos museológicos distribuídos pelo país. A visita aos núcleos torna-se única, na medida em que cada um dispõe de bens de interesse cultural relevante para a identificação e memória das especificidades regionais dos caminhos de ferro portugueses.

O MNF acolhe diversas exposições temporárias e uma extraordinária coleção permanente, na qual se apresentam locomotivas a Vapor, Diesel, Elétricas e modelos representativos de comboios célebres, como o Comboio Real Português e o Comboio Presidencial. Carruagens de vários tipos, bem como equipamentos, ferramentas, vestuário, entre outros elementos que ilustram e ajudam a compreender a história ferroviária de Portugal.

O Museu está instalado no Complexo Ferroviário do Entroncamento, numa área de 4,5 hectares que comporta 19 linhas ferroviárias e tem à sua guarda um legado com 160 anos de existência. A exposição permanente habita edifícios ferroviários históricos tais como o Armazém de Víveres, a Rotunda das Locomotivas e as Antigas Oficinas do Vapor.
texto retirado da wikipedia

Recomendo que não vão com pressa para ver o museu, vão precisar de pelo menos duas horas e meia para o visitar. Ideal para quem gosta do transporte público ferroviário ou simplesmente de história, este é um local a visitar, está muito bem organizado e bastante completo.

Algumas fotografia da exposição temporária:

Throne of Glass, Throne of Glass series - Sarah J. Maas



Sinopse: Depois de cumprir um ano de trabalho duro nas minas de sal de Endovier por seus crimes, a assassina de 18 anos, Celaena Sardothien, é arrastada diante do príncipe herdeiro. O príncipe Dorian oferece a ela sua liberdade com uma condição: ela deve atuar como sua campeã em uma competição para encontrar um novo assassino real.
Seus adversários são ladrões e assassinos e guerreiros de todo o império, cada um patrocinado por um membro do conselho do rei. Se ela vencer seus oponentes em uma série de eliminações, ela servirá ao reino por quatro anos e, então, receberá sua liberdade. Celaena encontra suas sessões de treinamento com o capitão da guarda, Westfall, desafiador e estimulante. Mas ela está entediada pela vida da corte. As coisas ficam um pouco mais interessantes quando o príncipe começa a demonstrar interesse por ela ... mas é o áspero Capitão Westfall que parece entender o seu melhor.
Então um dos outros competidores aparece morto ... rapidamente seguido por outro. Pode Celaena descobrir quem é o assassino antes de se tornar uma vítima? Como o jovem assassino investiga, a sua procura a leva a descobrir um destino maior do que ela poderia ter imaginado.

Libraries were full of ideas—perhaps the most dangerous and powerful of all weapons.”

The Assassin's Blade, Throne of Glass 0.1-0.5 - Sarah J. Maas

Throne of glass é uma série Young Adult de fantasia, escrita por Sarah J. Maas. Esta série é inspirada na premissa "E se a Cinderella não fosse uma serva e sim uma assassina? E se ela não quisesse ir ao baile para encontrar o príncipe e sim, ao contrário, matá-lo?".


Este livro é um conjunto de cinco novelas que antecedem a série Throne of Glass. Estas novelas são sobre Celaena Sardothien, dando-lhe profundidade, algo por vezes falta nos livros. Se estão a pensar ler a série, começar por este livro será uma boa opção.

A Monster Calls (sete minutos depois da meia-noite)


Sinopse:
Conor tem muitos problemas na vida. Seu pai é muito ausente, a mãe sofre de um cancro em fase terminal, a avó é uma megera, e ele é maltratado na escola pelos colegas. No entanto, todas as noites Conor tem o mesmo sonho, com uma gigantesca árvore que decide contar histórias para ele, em troca de escutar as suas histórias Embora as conversas com a árvore tenham consequências negativas na vida real, elas ajudam Conor a escapar das dificuldades por meio do mundo da fantasia.