hoje...

...foi um dia um tanto estranho e que me fez pensar (ainda mais) em muitas coisas.
... é engraçado como só se lembram de fazer certa coisas em cima da hora
...ou então, foi só uma de muitas atitudes de "mandar areia para os olhos", em que o melhor é não dar a entender que sabemos que o estão a fazer e ver até onde a "lata" da pessoa vai.

O jogo de Ripper - Isabel Allende, (a ler...)


O jogo de ripper, Isabel Allende

Finalmente adquiri um livro desta escritora, desde que  " O Caderno de Maya" foi publicado, que estou para comprar e ainda não o fiz, entretanto, já li as sinopses de outros livros dela ("Casa de espíritos", "Eva Luna" e já estão na minha enorme lista de livros a ler.

Sinopse:

Indiana e Amanda Jackson sempre se apoiaram uma à outra. No entanto, mãe e filha não poderiam ser mais diferentes. Indiana, uma bela terapeuta holística, valoriza a bondade e a liberdade de espírito. Há muito divorciada do pai de Amanda, resiste a comprometer-se em definitivo com qualquer um dos homens que a deseja: Alan, membro de uma família da elite de São Francisco, e Ryan, um enigmático ex-navy seal marcado pelos horrores da guerra.

Enquanto a mãe vê sempre o melhor nas pessoas, Amanda sente-se fascinada pelo lado obscuro da natureza humana. Brilhante e introvertida, a jovem é uma investigadora nata, viciada em livros policiais e em Ripper, um jogo de mistério online em que ela participa com outros adolescentes espalhados pelo mundo e com o avô, com quem mantém uma relação de estreita cumplicidade.

Quando uma série de crimes ocorre em São Francisco, os membros de Ripper encontram terreno para saírem das investigações virtuais, descobrindo, bem antes da polícia, a existência de uma ligação entre os crimes. No momento em que Indiana desaparece, o caso torna-se pessoal, e Amanda tentará deslindar o mistério antes que seja demasiado tarde.

um bom começo de férias

Photography inspiration

... por vezes temos de esquecer tudo o que nos preocupa e divertir-mo-nos, são estes pequenos(grandes) momentos, rodeados de amigos que valem a pena.
...quem se importa telefona, diz alguma coisa, mostra que se preocupa e interessa, não fica quatro dias sem nada dizer...

Decisões


Se por um lado estou feliz, ao mesmo tempo questiono-me se não terá sido demasiado precipitada...não sei, acho que devíamos dar um pouco mais de tempo...

Misty

Ontem deixaram uma gatinha pequena ao pé de minha casa, reparei nela assim que cheguei a casa, depois de ter ido sair com um colega meu. A gatinha fartava-se de miar, queria era bastante mimo e atenção, agora, é nossa, visto não parecer ser de ninguém, é tão adorável!
... por outro lado, que coincidência ter sido ontem, precisamente ontem.
...já o nome Misty, é o de uma personagem da 3ª temporada da série "American Horror Story" e, acho que este nome assenta muito bem na gatinha 

Ah, adoráveis constipações

ah, as saudades que eu tinha que a minha mala parecesse uma armazém de pacotes de lenços, da minha voz rouca e do fato de não conseguir cheirar nada...constipação vá de retro!

Há um lugar especial no inferno para...#1

Há um lugar especial no inferno para aquelas pessoas que vão ter contigo perguntar qualquer coisa com o simples objectivo de saber o que é que estão a fazer, porque afinal têm de estar a par de tudo, não lhes vá escapar algum pormenor...
Enfim, ignorar, porque há coisas com as quais não vale a pena perder o tempo

20 anos!


Shawn D Jenkins.

E já à algum tempo que não me sentia tão relaxada e feliz no meu dia de aniversário :)


Músicas..


Conheci esta música através de uma playlist no spotify, e entrou diretamente para as minhas favoritas, é linda!

"It'll take a lot more than the words and guns
A whole lot more than riches and muscle
the hands of the many must join as one
& Together we'll cross the river"

Há um lugar no inferno para... #2


Pessoas que se esquecem do dedo na campaínha.
Afinal, o som de uma campaínha é tão agradável, que adoro ter de a ouvir de forma continuada.

Amostra de Perfume grátis Yodeyma

home-pop-up-responsive.jpg

Podem pedir aqui :) É limitado a 15.000 amostras para homem e 15.000 amostras para mulher.
Já não é a primeira vez que peço amostras de produtos, mas foi a primeira vez que a recebi tão depressa, demorou uma semana  chegar após ter feito o pedido.
São amostras de 15ml, o que para uma amostra de perfume ainda é bastante.
Pedi o Herpina (que é o equivalente ao J'adore Dior). Apesar de já ter visto esta marca à venda, nunca tinha usado nada dela.



Fim...

Um dia tudo chega ao fim, nada é garantido. Queremos que as coisas durem para sempre, mas é impossível, fechamos uma etapa para abrir outra, se há alturas que o fecho de uma etapa é encarado com felicidade, outras há em que ele é encarado com incerteza, um pouco mesmo a medo. Medos que não dizemos em voz alta, mas que estão no nosso pensamento, medos que não devemos deixar que nos atrapalhem Tanta coisa pode e vai acontecer. Pessoas com quem partilhámos momentos, se alguns deixam saudade, outros nem tanto. Um dia iremos todos seguir o nosso caminho,  e, esse dia vai-se aproximando, o "e agora?", em que tantas vezes pensou e idealizou. Nada é estático e as coisas vão acontecendo, mas não devemos deixar que elas vão passando por nós, devemos aproveitá-las e viver. Sei que ainda tenho um ano pela frente, mas um ano, passa tão rápido, que quando lá chegar, este sentimento será ainda maior e, mesmo não adorando algumas coisas, vou ter saudades disto tudo.

Coisas que não fazem sentido

Por vezes nos dias em que menos durmo é quando mais bem disposta ando ao longo do dia.

Aparências


Cada vez é mais importante aparentar ser do que realmente ser, é mais importante mostrar que viver. 
As coisas são planeadas com o objectivo de ir pôr numa rede social, é mais giro passar uma saída a tirar fotografias do que aproveitar, não é que tirar fotos para mais tarde recordar seja mau, nada disso, mau é tirar fotos só para dizer que se foi. 

Toda a gente é muito feliz na internet, é pena que na vida real seja totalmente diferente e que não passe apenas de fogo de vista.

Trabalhos


Aquele momento a meio de trabalhos em que qualquer piada (por mais sem graça que seja) é o suficiente para nos desmanchar-mos a rir.
Férias, estamos é precisar de férias.

Nunca me esqueças - Lesley Pearse, (a ler...)


Nunca me esqueças - Lesley Pearse

Num dia… Com um gesto apenas… A vida de Mary mudou para sempre. Naquele que seria o dia mais decisivo da sua vida, Mary – filha de humildes pescadores da Cornualha – traçou o seu destino ao roubar um chapéu. O seu castigo: a forca. A sua única alternativa: recomeçar a vida no outro lado do mundo. Dividida entre o sonho de começar de novo e o terror de não sobreviver a tão dura viagem, Mary ruma à Austrália, à época uma colónia de condenados. O novo continente revela-se um enorme desafio onde tudo é desconhecido… como desconhecida é a assombrosa sensação de encontrar o grande amor da sua vida. Apaixonada, Mary vai bater-se pelos seus sonhos sem reservas ou hesitações. E a sua luta ficará para sempre inscrita na História. Inspirada por uma excepcional história verídica, Lesley Pearse – a rainha do romance inglês – apresenta-nos Mary Broad e, com ela, faz-nos embarcar numa montanha-russa de emoções únicas e inesquecíveis.

Verão

Os chapéus de chuva de Claude Théberge - Vivências

Diz que hoje começar o verão... eu diria que mais parece outono que verão, parece-me que calor não vai ser propriamente abundante este verão, por este andar em vez de levarmos o guarda-sol, levamos é o guarda-chuva quando formos à praia.


Um penteado giro e fácil de fazer


Eu, que sou uma pessoa descrente no famosos penteados que se encontram que dizem demorar 10 minutos, encontrei e realmente é simples e rápido de fazer, além de ficar giro. 

Trabalhos de grupo


Belo trabalho de grupo que para aqui vai,  marcado por mais tempo de parvoíce, que de trabalho propriamente dito, música para todos os gostos e feitios, adesão a tudo o que é evento falso e uma de ir ou não sair...
Bons momentos de parvoíce!




A "saga" a recomeçar...



Tem dias em que chego a casa cansada, com aquela sensação de me ter passado um camião por cima, em que tenho mais vontade de ir dormir que trabalhar, mas enfim, as coisas têm de ser feitas. Para "ajudar à festa" começo a ter ideias para trabalhos tardiamente, até lá é ir experimentado coisas a ver se desenvolve alguma ideia e ir ouvindo música, de preferência variando no que se houve  que isso também ajuda e fazer algumas pesquisas, até que se dê o "click". 


Músicas


Da primeira vez que ouvi esta música, detestei-a agora apesar de gostar dela, lembra-me tanta coisa, que por vezes o melhor é passar longe dela...é daquelas músicas que nos conseguem tocar de uma forma tão profunda... dá-me vontade de gritar, chorar e esperança tudo ao mesmo tempo


Bolo de limão com cobertura de côco


Ingredientes:

6 ovos
380g de açúcar
Raspa de 2 limões
Sumo de 2 limões
240g de farinha de trigo sem fermento
2 colheres de chá de fermento em pó

Modo de preparação:

Parta os ovos e separe as gemas das claras.
Às gemas, junte o açúcar e a raspa de limão, adicionando o sumo de limão enquanto bate. Bata até que fique um creme fofo e volumoso.

Bata as claras em castelo bem firmes e envolva-as alternadamente o creme, com a farinha, o fermento em pó e as claras em castelo.

Coloque a massa numa forma previamente untado com margarina e polvilhada com farinha. Leve ao forno pré-aquecido nos 180º e deixe cozer entre 30 a 40 minutos. Quando o bolo estiver cozido, retire-o e deixe arrefecer.

Cobertura:

Num tacho, misture o leite condensando com a farinha maizena, o coco ralado, a manteiga e o leite. Leve ao lume e mexa até começar a borbulhar e deixe ferver durante 1 minuto.

Depois do bolo frio e desenformado, corte-o ao meio e retire a parte de cima do bolo para um prato. Recheie o bolo com metade do creme e coloque a parte de cima do bolo por cima do creme.
Cubra o bolo com o restante creme.

Esta cobertura é a chamada cobertura brigadeiro, pois, os seus ingredientes e forma de confecção são semelhantes  aos dos brigadeiros.

The mountain


Um fotógrafo filmou o céu durante 7 dias no topo da montanha de El Teide ( a montanha mais alta de Espanha), sendo considerado um dos melhores sítios para fotografar e observar estrelas. 
O resultado é lindo!

Um gato, um chapéu e um pedaço de cordel - Joanne Harris, (a ler...)

Sinopse:

"As histórias são como bonecas russas: abrem-se e em cada uma encontra-se uma nova.
As histórias neste livro são um pouco assim. Embora ao princípio não pareçam estar relacionadas, os leitores descobrirão que elas estão ligadas de várias maneiras, umas com as outras e também com os meus romances.
Para mim, as histórias são como mapas de mundos ainda por descobrir. Espero que estas vos levem a avançar um pouco mais por esse território inexplorado."

Joanne Harris

Crianças de vida difícil e coração vibrante, fantasmas domésticos, velhas senhoras em busca de aventura, uma paixão impossível sob os céus de Nova Iorque, a improvável magia de uma sanduíche, as extravagâncias a que a saudade obriga…
O universo romântico, místico e sempre especial de Joanne Harris está de volta em dezasseis histórias que são como bombons: deliciosas, tentadoras e irresistíveis.

Noites

Há noites que apesar de em parte terem sido secantes, em parte têm momento particulares que as tornam diferentes. Dificilmente me vou esquecer de ontem.

Ah, e aqueles tutoriais de fazer um penteado em 10 min? Grande treta, ou se tem uma grande prática ou é melhor estar quieto.



Sabes que precisas de mudar as músicas do despertador quando continuas a dormir e o telemovel a tocar.

Primavera


Há tão pouco tempo que o tempo está como é de esperar para esta altura do ano e já há gente com queimaduras dignas de fazer inveja a qualquer lagosta. Não é bonito, nem é por isso que se vão bronzear mais depressa, nem me parece que as consequências para a pele valham sequer a pena.
Adoro este tempo, é bom voltar a haver dias agradáveis.

Adoro

Aquelas conversas surreais que surgem do nada, em que as nossas respostas andam à volta do "hum, ok, pois, é isso".
O melhor mesmo, só quando não fazemos ideias de com quem estamos a falar.

Morte em Palco - Caroline Graham, (a ler...)


Sinopse:
Todos os atores adoram um bom drama e os membros da Causton Amateur Dramatic Society não fogem à regra. Românticas cenas de amor, momentos de ciúme e desespero, reconciliações operáticas, egos em fúria… as emoções estão ao rubro nesta produção amadora da peça Amadeus. Todavia, até as mentes mais criativas têm de admitir que assassinar o protagonista em palco é um pouco excessivo. Felizmente, o inspetor Tom Barnaby está na plateia e assume o controlo da situação. Da ex-mulher ressabiada a inesperados amantes secretos e atores invejosos, não lhe faltam suspeitos. O que parece faltar-lhe, sim, é objetividade. O bom inspetor conhece perfeitamente todos os envolvidos, são seus vizinhos e amigos, e por isso mesmo, conseguirá ver quem eles realmente são?

Tarte Gelada de Côco


A sobremesa deste fim-de-semana! Esta tarte é sem dúvida adequada parao verão, sendo bastante refrescante.
Aqui fica a receita.

Dia mundial do livro

The greatest adventure of a human being is traveling, And the greatest journey that anyone can undertake It is inside of yourself. And the most exciting way to do it is to read a book, For a book reveals that life is the greatest of all books, But it is not very useful for those who can not read between the lines And find out what words can not say ... Augusto Cury

Hoje é o dia mundial do livro.Se há coisa que gosto de fazer é ler, comecei a adquirir o gosto pela leitura com a colecção " Os cinco", tanto, que a tenho quase toda, agora, já não os leio, mas tenho-os arrumados numa gaveta, pois, nas prateleiras prefiro ter os livros que leio actualmente, até porque já não haveria espaço para todos. Também já li colecções de que me arrependo profundamente, tais como a saga do Crepúsculo, são livros que não me transmitem nada, sem conteúdo.

Livros

Chocolate - Joanne Harris (a ler...)


Depois de o ler, vou ter mesmo que ver o filme, coisa que ando para fazer à bastante tempo.

Sinopse:

Viemos com o vento de Carnaval. Um vento morno para Fevereiro, carregado dos cheiros quentes e gordos de panquecas e salsichas a fritar e waffles polvilhadas de açúcar e preparadas na chapa quente ali mesmo à beira da estrada…

A aldeia de Lansquenet-sur-Tannes tem duas novas moradoras: Vianne Rocher, jovem mãe solteira, e a sua filha Anouk. Ambas correram mundo e viveram um sem-fim de aventuras, e a pacata aldeia francesa é o sítio ideal para a tranquilidade que agora desejam. Vianne tem um dom: domina a arte da chocolataria como ninguém e as suas guloseimas conseguem suavizar os corações de quem as saboreia. E agora ela vai concretizar um sonho, um sonho delicioso mas, naquelas paragens, pouco comum: uma chocolataria com o nome de La Céleste Praline.

Para a aldeia, La Céleste Praline e a sua encantadora proprietária são um sopro de ar fresco frente à tirania de Francis Reynaud, o austero padre a quem desagrada aquele comércio demasiado sofisticado e “tentador”, e que vê em Vianne um desafio à sua autoridade. Frente a ele, a jovem só pode apelar à alegria de viver das gentes de Lansquenet. Mas nem a própria Vianne podia antecipar os efeitos que os seus chocolates vão provocar numa comunidade pouco habituada a viver a magia do quotidiano...
Chocolate é um repertório de aromas e sabores, descritos de uma maneira tão viva que quase se sentem; é também uma galeria de personagens ternos e cruéis, amáveis e odiosos, mas sempre intensos e credíveis.

Um romance muito especial que nos abre a porta para um mundo inesquecível.

Detesto

Detesto aquelas situações em que me vejo metida por arrasto. Em parte gostava de estar a ser exagerada, ou de ser apenas um filmes na minha cabeça, mas não, são coincidências a mais.
É isso e quando quererem dar passos maiores que a perna...

Modas...

(olha a sandalinha no pé)

Parece-me que este verão vamos ver muito boa gente com a "sandalinha da avó" no pé porque é moda. É quem diz sandália diz roupa, pensava que este tipo de vestuário tinha ficado algures nos anos 90. Posso perfeitamente ir aos álbuns de fotografias e, estamos todos totalmente in segundo as tendências.
Ide aos baús lá casa procurar  aquela roupa que já não se usa, mas que por qualquer motivo nunca se deitou fora. 

"Nada se perde, tudo se transforma."


Image 2 of FLAT LEATHER SANDAL WITH BUCKLE from Zara

Image 1 of LEATHER HIGH HEEL SHOE WITH BUCKLE from Zara

Séries que ando a ver...


Switched at birth - Adoro está série, é sem dúvida uma das minhas preferidas.


Arrow -  Gosto desta série, é uma das minha preferidas.


Once Upon a Time - Quando comecei a ver esta série adorei-a, mas agora começa a aborrecer-me um bocado, tenho a sensação de que a história vai tornar-se um pouco repetitiva. O que mais me irrita é são aqueles episódios em que nada acontece.


Girls - Gosto, mas não é das minha favoritas. 

A ouvir...


AM - Artic Monkeys

Não conheço muito as músicas dos Artic Monkeys, comecei por ouvir este cd gostei! Também estou a gostar bastante do Favourite Worst Nightmare.

UAAÊ UAAÊ

Nada repetitiva e com uma letra mega-profunda, é a música que vamos levar à Eurovisão.
Bom, por um lado, esta música tem todo o tipo de "ingredientes" utilizados na música actualmente, desde a espécie de ritmo africano misturado com música pseudo-electrónica,  uma letra sem grande sentido/conteúdo (é favor não se porem a traduzir músicas pop, é melhor ficarem ignorantes), à repetição exaustiva de um refrão (no fim é a única coisa de que se vão lembrar), isto, para não falar dos dotes vocais.
Para juntar à festa, querem-na levar metade inglês, metade português...costuma dar um bom resultado, aliás, eu acho que até que podiam cantá-la em mais línguas, duas língua é tão pouco.
Não sei, mas eu cá levava era aquelas "músicas" da malta da Casa dos Degredos, já imagino a malta a abanar-se toda contente ao ouvir "tira a mão da minha xuxxa", tal é a emoção de tal "música".

UAAÊ UAAÊ 


Aquisição


Dewey, o gato que comoveu o mundo 

Comprei este livro esta semana, numa pequena feira que fazem na minha universidade para arranjarem dinheiro para um evento que lá costumam fazer. Ainda não li, mas quero ver se o começo a fazer este fim de semana.



o dia estava a correr bem até agora...até ter perdido um trabalho que estava finalizado, até me ter apercebido de que tenho muito mais para fazer do que pensava, de não fazer ideia para onde me virar...

É uma brincadeira

"É uma brincadeira", que descrição tão boa para "desculpar" uma coisa tão má.

O ano ainda mal começou e já foi lançado um barulho azeiteiro que diz ser música. Desgraça essa, que irá ver nas revistas a dizer que tiveram sucesso e que as pessoas têm é inveja (este filme já foi visto anteriormente), é interessante como a capacidade de argumentação em certos situações não passa do mesmo. Conseguiram, conseguiram aquilo que queriam, que falem, não importa o quê, mas que falem, este é o ideal de vida dos pseudo-famosos.

Com o ano a começar assim, não quero imaginar o que para aí vem.

why