Bom ano a todos!


...Outro ano que acaba, se até meio do ano aconteceu bastantes coisas, no resto foi bastante estagnado. E se neste último mês as coisas pareciam estar novamente a começar a andar, parece que começou estagnar outra vez. Agora é seguir em frente e procurar outras oportunidades do que ficar agarrada ao que há-de vir, que por este andar não é nada (mas claro, a semana ainda não acabou).
...Vá e agora é fazer uma daquelas listas de resoluções que não vão ser cumpridas
....E não esquecer, fazer todos aqueles rituais à meia-noite que supostamente dão sorte para o novo ano. ( A verdade é que com tanto ritual a fazer, não sei como é que não se atrapalham, desde as 12 passas, o subir a cadeira com o pé direito,o abraçar alguém que esteja ao nosso lado e mais não sei o quê, é multitasking no seu melhor!).
...E o horóscopo! Começar o ano sem ler a previsão, não é começo! Que uma pessoas tem de estar preparada para tudo!
...E como este ano já não cá venho...
...Bom ano a todos! 


Estavam tão bem calados...

ilustração de Chapatte
Os E.U.A têm o Trump, nós temos o Nuno da Câmara Pereira e o Pedro Arroja.
Não sei se o pior é a convicção com que dizem estas alarvidades ou o tempo de antena que têm e as pessoas que concordam com eles.

Black fraude

ilustração de Frédérique Vayssières
Ao que parece a Black Friday foi antes uma black fraude, nada de novo. Já não é a primeira vez que falo de coisas deste género aqui.
Juro que não percebo como é que ainda há pessoas que acreditam nisto, basta estar atento aos preços de alguns produtos e, percebe-se rapidamente que, estando em promoção, o preço que se vai pagar por eles não é promoção coisa nenhuma.
Atualmente, facilmente vamos à loja online, ver o que há e os respetivos preços, portanto, se estamos a pensar comprar algo só porque sim ou porque realmente precisamos, nada como consultar os preços com antecedência para ter a certeza de que vale realmente a pena.
Não sei, mas à vezes parece que as pessoas gostam de ser enganadas.

Bolo de maçã, iogurte e côco


Saboroso e fofo, é como caracterizo este bolo.
Esta receita surgiu da necessidade de gastar maçãs que havia em excesso e uns iogurtes de que aqui em casa não somos fãs (daqueles com pedaços de bolos), sendo que após a sua compra é que nos apercebemos disso.

Buddha Eden

O Buddha Eden situa-se na Quinta dos Loridos, Bombarral.Com cerca de 35 hectares, o jardim foi criado em protesto contra destruição dos Budas Gigantes de Bamyan, naquele que foi um dos maiores actos de barbárie cultural, apagando da memória obras-primas do período tardio da Arte de Gandhara.
Entre budas, pagodes, estátuas de terracota e várias esculturas cuidadosamente colocadas entre a vegetação, estima-se que foram usadas mais de 6 mil toneladas de mármore e granito para edificar esta obra monumental.
A escadaria central é o ponto focal do jardim, onde os Buddha dourados dão calmamente as boas-vindas aos visitantes.
No lago central é possível observar os peixes KOI, e dragões esculpidos que se erguem da água.
Terá ainda a oportunidade de observar os 700 soldados de terracota pintados à mão, cada um deles único, encontrando-se alguns enterrados, tal como há 2.200 anos.

Foi um local de que gostei bastante de visitar, é sem dúvida um sítio muito tranquilo, Ótimo para passar uma tarde. O jardim não se limita a ter apenas budas, tem também peças de artistas plásticos contemporâneos, contudo, é pena não haver nenhuma explicação sobre as peças expostas.

Dinossauros no deserto

Ficamos sem internet e, o que é que o Chrome nos "sugere" fazer? Jogar um jogo tipo Flappy Bird, mas com um dinossauro a saltar sobre catos.

The voice



Acho que deviam tê-la escolhido, por vezes escolhem pessoas com vozes que não são nada de mais e, alguém que pode fazer algo diferente deixam para trás.

Oscar wilde

Hoje celebra-se o 161º aniversário de Oscar Wilde.

O primeiro livro (e por enquanto único) que li dele foi "O fantasma dos Canterville e outros contos" de que gostei bastante, e fiquei com vontade de ler mais, certamente o próximo a ler será o "Retrato de Dorian Grey",

Pelo bem das vossas papilas gustativas...

...não comam Pão de queijo, quem vos disser que é delicioso está mentir. Tem um sabor estranho e uma textura parecida à borracha (é um bocado elástico e difícil de mastigar).


Estava no supermercado há uns meses a comprar algumas coisas que precisava e, vi Pão de queijo à venda nuns sacos que traziam umas 5 bolas (são pequenas), decidi comprar para experimentar (em tudo o que é sites de receitas, garantem ser uma iguaria do 7º céu). Quando vou comer o pão, a primeira coisa que me ocorre é que aquilo é completamente intragável, além de me questionar de como é que alguém no seu perfeito juízo diz que é delicioso. 
Talvez seja comida que seja boa se for caseira, ao invés da industrializada, mas depois daquele sabor, a vontade de voltar a experimentar este tipo de pão é zero


Parable


Code Number 2- Parable

Se isto fosse trollagem era épica



"Votava no Portugal à frente? Sim. Votava na coligação PSD-CDS? Não."
"Partido Amigo dos Nenucos" (?!?)
...

Acho que isto explica o resultado da eleições.
Talvez um dia as pessoas deixem de votar como se fossem jogar no Euromilhões, talvez um dia as pessoas percebam que temos mais do que 2 partidos, talvez um dia se tentem informar dos objetivos de cada partido, talvez um dia haja um debate entre TODOS os partido e não apenas entre dois, talvez um dia.

Age of Adaline



Sinopse:
Adaline Bowman (Blake Lively) nasceu na passagem de ano do século XX. Ela tinha uma vida normal até que sofreu um grave acidente de carro. Desde então, ela, milagrosamente, não consegue envelhecer, tornando-se um ser imortal com a aparência de 29 anos. Mas vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Tudo muda quando conhece um jovem filantropo, Ellis Jones (Michiel Huisman), um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade.

Opinião:
Gostei do filme, apesar de este ter uma história simples e previsível.


Boleia Arriscada - Stephen King, (a ler...)


Sinopse:
Em Boleia Arriscada, Stephen King traz-nos uma compilação de contos alucinantes e de leitura compulsiva. Desde um simples almoço que acaba por se transformar num banho de sangue a uma autópsia em que o cadáver não está propriamente morto, passando por uma estadia num quarto de hotel assombrado e por uma boleia que leva um jovem por caminhos que ninguém quer percorrer, esta é uma obra que cimenta o estatuto de Stephen King como um dos maiores contadores de histórias do nosso tempo.

Coisas que não entendo


Se vamos para a escola, é suposto aprendermos alguma coisa. Não seria mais útil oferecer um caderno a um selfie stick?!

Acampamento

daqui

Nestas féria, fui acampar com os meus amigos. Parecia que o universo se tinha unido contra nós nesta viagem, que passou por uma série de adiamentos (uns 3) até finalmente conseguirmos ir.
Éramos para ter ido em Julho, de forma a apanhar o meu aniversário e o de uma amiga e, assim, festejarmos em conjunto, mas, acabamos por só conseguir ir na segunda semana de Agosto.
Adorei, e, foi sem dúvida uma experiência para repetir! Foi muito divertida e, aqui fica um apanhado dos acontecimentos:

-Levámos montes de tralha, fomos acampar 5 dias e tínhamos tralha para 1 mês (fomos tipo sardinha em lata até ao parque de campismo);

-Na viagem de ida, passamos por terrinhas, uma da quais não tinha sinais de aviso de lombas, mas lombas, tinha muitas. Eram entre as 20h/21h, a visibilidade era pouca e só nos apercebemos da lomba quando passamos nela e, a partir daí tentamos ver onde haveria a próxima, gritar "Lomba!" transformou-se numa espécie de jogo, felizmente, havia algumas que estavam minimamente assinaladas, tendo um mísero pirilampo luminoso lá no meio. Por outro lado, havia uma terra, que apesar de ter sinais de lomba, não havia lombas em todos os avisos;

-Acho que nunca apanhámos tanta rotunda numa reta (sim, eu sei que é para dar fluidez ao trânsito), que começamos a contá-la e, no total, eram 10;

-Levámos montes de comida, quando começamos a combinar o acampamento e quem levava o quê, em fazer um "vaquinha" para comprar algo caso fosse preciso, não foi, como ainda trouxemos coisas para casa;

-Invertemos horários, enquanto a maioria das pessoas almoça, nós tomávamos o pequeno-almoço e por aí adiante;

-Não vou às festas da minha terra, mas fui às da terra de uma amiga minha, onde vimos uma banda de covers de rock brutal, mas até começarem, apanhamos uma grande seca. (chegamos, e estavam a fazer o soundcheck, até que tocam uma música e pensamos que iam efectivamente começar o concerto, mas não, primeiro, ainda tivemos de ver um grupo pimba a atuar;

-Vi gente a tirar selfies (com direito a selfie stick e tudo) nas festas da terrinha. Bitch please, desde que tirar selfies é moda, parece que esse ato se multiplicou como cogumelos;

-Só conseguimos ir um dia à praia, e, foi o suficiente para apanhar um escaldão em zonas que tinham ficado com menos protetor. Contudo, como tínhamos piscina no parque, no resto dos dias estivemos na piscina;

-Consigo escolher roupa adequada e, acabei por levar peças leves para dias que não vão estar assim tão quentes. Tinha levado um pijama de verão, mas acabei por o substituir por uma leggins e um casaco, além de ter dado uso à toalha como cobertor;

-Tenho imenso jeito para lavar roupa. Lavei uma toalha que demorou dois dias a enxugar;

-Fiquei a conhecer esta pérola "Ela linda, ela é spécial, ela parte-me o pescoço" (ler com sotaque de tia);

-Consegui perder a minha pasta de dentes. A minha intuição estava certa sobre levar umas amostras pastas de dentes extra, estava certa, mas só depois percebi porquê;

-O carro da minha amiga só apanha uma estação de rádio e, quando finalmente deu para ouvir uma em condições a música era algo do género "É milagre, É milagre, É milagre, É milagre, / Somos brancos tivemos um filho de cor" princeless ;

-O meu colchão é de ar. Apertei tão bem a rosca que me permitia esvaziá-los, que ninguém a conseguiu desenroscar. Estava uma amiga minha com o dedo a fazer pressão na borracha e, nós em cima do colchão, para fazer pressão para ajudar o ar a sair

-Grelhamos um peixe que parecia uma mistura de salmão e dourada. Era parecido ao salmão, mas sabia a dourada

-De todas as vezes que estivemos na piscina, na rádio levávamos com as músicas dos D.A.M.A. "Não dá" Não dá, é ter de ouvir isto constantemente.

Dia internacional do blog

O Dia do Blogue foi estabelecido de forma informal para o dia 31 de agosto. É o dia internacional do blogue.
Esta data foi escolhida porque seus números 31/08 se assemelham com a palavra Blog.
Foi estabelecido que durante esse dia, bloggers de todo o mundo deverão colocar uma mensagem aos seus leitores, apontando para outros blogues que considerem interessantes. Assim seus leitores poderão descobrir novos blogues para serem lidos, divulgado os blogues pela internet.
E, aqui ficam alguns que gosto de ler: 

Bolo Rei em agosto

Oh,wait... vi um bolo rei à venda...e,é agosto.
Eu juro que não tenho pancada nenhuma com bolos-rei, mas é um bolo que sempre associei ao Natal, daí, fazer-me confusão vê-lo à venda fora dessa época. Acho que há coisas que devíamos evitar banalizar, de forma a que quando for a sua época se dê valor ao que é.

A sombra do teu sorriso - Mary Higgins Clark, (a ler...)

A sombra do teu sorrriso- Mary Higgins Clark

Sinopse:
Aos oitenta e dois anos e com uma saúde frágil, Olivia sabe que não lhe resta muito tempo. É a última da sua descendência e enfrenta uma escolha colossal: expor um segredo familiar há muito escondido ou levá-lo consigo para o túmulo. Olivia tem na sua posse cartas da sua falecida prima Catherine, uma freira que está a ser considerada para beatificação pela Igreja Católica, o último passo antes de ser santificada. Ao longo da sua vida, a Irmã Catherine fundara sete hospitais para crianças carenciadas. Agora é-lhe atribuída a cura de um menino de quatro anos que se encontrava a morrer com um tumor cerebral. As cartas que se encontram na posse de Olivia provam que, aos dezassete anos, Catherine deu à luz um rapaz, que entregou para adoção. Olivia conhece a identidade do pai, Alexander Gannon, que acabou por se tornar um médico de renome a nível mundial, cientista e inventor, detentor de patentes médicas. Hoje, duas gerações mais tarde, Monica Farrell, uma pediatra de trinta e um anos, neta de Catherine, é a herdeira legítima do que resta da fortuna familiar. Mas, ao contar a Monica quem ela é na verdade, Olivia estaria a trair o desejo de Catherine, revelando a história por trás das origens dela. A fortuna dos Gannon está a ser esbanjada pelos sobrinhos de Alexe pelos restantes membros da Fundação Gannon, que camuflam o seu estilo de vida exuberante com filantropia. As únicas pessoas que conhecem a escolha iminente de Olivia são as mesma que exploram a herança. E algumas delas farão tudo para silenciar Olivia…

Tour pelos saldos

-Imagem daqui-
Saldos é:

-Nunca ter a esperança de que aquela peça de roupa de que se gosta para comprar no saldos, pois a probabilidade de ela estar durante essa a época de saldos é mínima;

-Se uns sapatos giros estão a bom peço, de certeza que não há o teu número;

Jeovás, jeovás everywhere


Acho que nunca vi uma cidade com tanto jeová...rara será a semana em que não os encontre na rua a distribuir os seus panfletos "Acabe com a dor" e "O fim está próximo". Será que ganham alguma coisa à comissão? Interessante também é vê-los com carrinhos, a a oferecer livros de saúde e revistas.

Andamos este tempo todo a ser enganados...

1434466720629

Desde sempre que nos dizem que a gelatina é saudável e que faz bem à pele, cabelo, unhas, etc...mas a verdade é que a gelatina não passa de açúcar, montes de açúcar. Claro que ninguém morre se comer uma gelatina de vez em quando, mas acho importante termos noção do que comemos.
Faz-me confusão ver algumas coisas serem apelidadas de saudáveis quando não o são.

A estupidez humana não tem limites


Não consigo achar normal queimar um gato, juro que não e, fazer disso espectáculo, muito menos. Que tipos de atrasados vão assistir e regozijam-se com a cena? Infelizmente, num país onde temos por "tradição" espetar ferros em touros, não é de admirar que haja mais "tradições" bárbaras.

O que eu consegui sentir, foi nojo, muito nojo, e um grande desprezo.


Uma grande lição de amor

"Quando eu morrer vai o caixão cheio de amor, serviços que lhes dei e recebi deles. Não dei só, eles também dão. Eles às vezes dão amor que ultrapassa o nosso."
Sem dúvida um grande senhor. Houvessem mais pessoas assim e, o mundo era sem dúvida um lugar melhor. Se parássemos de pôr rótulos e de julgar as pessoas, já era um grande começo.

Personagens que encontro na rua

Está uma pessoa a ir para a rodoviária e, precisa de levantar dinheiro para o bilhete, decide ir à caixa multibanco que fica em caminho e, encontra-se já alguém a utilizá-la. Aproxima-se,  e começa a ouvir o fantástico "desabafo"  (não estava a falar propriamente baixo) de quem lá está. Era um chorrilho de asneiras, bem, deve ter percorrido tudo o que era asneira e ofendendo tudo o que era possível e imaginário. Felizmente que demorou pouco tempo, e, enquanto descia a rua, lá continuava com o seu maravilhoso discurso...aos berros.

Não sei, mas isto parece uma terra de malucos. Com todos as personagens deste género que de vez em quando encontro na rua, bem que podia começar uma caderneta.

Com uma música destas

"Rosa charmosa, é um bocado mentirosa"
Sim, isto é a letra de uma música.

Aqui ao lado é festival da sardinha/frango (é um dos dois, mas não sei o qual) e, eu uma amiga vamos encontra-nos com uns amigo nossos,  e pelo caminho, apanha-mos uma parte das letras que estavam para lá a cantar, escusado será dizer que olhámos uma para a outra e, partimos-nos a rir, de tão ridícula que era a letra. Já antes tínhamos apanhado uma cover de Tony Carreira em que parecia que não iam acabar a prolongação do aaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh nunca mais.

A música, como dá para perceber, era um bocado contraditório, tanto elogiava como denegria a moça.

O que acho piada sem dúvida, é estar toda a gente de pé com os braços cruzados, como se estivessem a divertir imenso.

Vendas na net e falta de noção

Anúncio aqui
Precisam de um microondas novo? Que tal este com um pouco de ferrugem e um buraco? A chama dá efeito grelhado sempre que se aquecer alguma coisa.

É lixo? Vamos lá vender na net! Nunca se sabe se alguém está disposto a comprá-lo!

Os sites de venda de coisas usadas, são as sucatas do futuro (actualidade).

"um bocado de ferrugem"

A vidente - Lars Kepler, (a ler...)


A vidente, Lars Kepler

Sinopse:

«Por todo o mundo, sempre que a Polícia se depara com casos particularmente difíceis, recorre a médiuns e espíritas. No entanto, em nenhum documento figura a colaboração de um médium para a resolução de um crime.»

Flora Hansen diz-se espírita e garante ser capaz de falar com os mortos. Certo dia, ouve na rádio uma notícia sobre o caso de uma jovem assassinada num centro de acolhimento de menores e, na tentativa de ganhar um dinheiro extra, decide telefonar para a Polícia dizendo que o espírito da morta entrou em contacto com ela. No entanto, os resultados da investigação técnica atribuem a autoria do crime a outra das internas, uma jovem sensivelmente da mesma idade, que desde então está a monte.

O comissário da Polícia Joona Linna resiste à versão oficial e inicia uma investigação por sua própria conta. Mas cada nova resposta parece apenas conduzir a um novo enigma e a mais um beco sem saída.

E ninguém se dispõe a ouvir a vidente, embora ela fale com os mortos.


As porcaria que impingimos à nossa pele



As porcarias que impingimos à nossa pele e que muitas vezes não temos noção disso. Não é de espantar que cada vez mais, haja um maior número de alergia, doenças, etc

760 e ganhe uma treta qualquer!!


Acho que isto resume na perfeição os "fantásticos" programas de domingo à tarde e da saga do 760 de 5 em 5 minutos.
Pergunto-me durante mais quanto tempo vão continuar a encher chouriços com o 760? Já não há pachorra. Os artistas que lá vão são sempre os mesmos, saltando de programa em programa. Se hoje estão num canal, no próximo domingo vão estar noutro e a cantar a mesma música, estando nisto todos os fins de semana E todos os anos vão aos mesmos sítios, mostram o mesmo, e lá dizem a lengalenga do 760 e ganhe uma treta qualquer!
No dia em que pararem de ligar (e assim deixar de lá cair dinheiro do céu(literalmente)), talvez eles percebam que isto não tem assim tanta piada e que se quiséssemos ouvir números de telefone íamos recitar a lista telefónica.


daqui

Paciência, precisa-se!

Irrita-me quando tenho que fazer alterações a um trabalho e puff, o programa lembra-se de dar erro no que quero fazer, especialmente quando tudo parece estar correto e aparentemente sem motivos para tal. Neste momento já podia ter isto acabado, em vez disso ando a ver tutoriais e a procurar formas alternativas de fazer o que preciso.
O que me chateia mais é andar a alguns dias de volta disto e não encontrar erro em lado nenhum.

Paciência, muita paciência!

Tarte cremosa de pêssego

Com a vinda dos dias mais quentes, começa a apetecer sobremesas mais refrescantes e, nada melhor que uma tarte fria. E, foi isso mesmo que decidi fazer no fim-de-semana, aqui fica a receita:

Esgotado


Era para ter ido ao cinema com os meus amigo, escusado será dizer, que a este preço, os bilhetes estavam esgotados.
A ver se amanhã temos sorte!

A Cúpula, livro II - Stephen King, (a ler...)


Já li o primeiro livro e adorei! Agora quero ver o que irá continuar a acontecer dentro a cúpula, as coisas parecem estar cada vez mais descontroladas e a luta pelo poder cada vez maior. E claro,  saber quem terá colocado e cúpula e, se irão sair dali.

Sinopse:

Num bonito dia de outono, um dia perfeitamente normal, uma pequena cidade é súbita e inexplicavelmente isolada do resto do mundo por uma força invisível. Quando chocam contra ela, os aviões despenham-se, os carros explodem, as pessoas ficam feridas. As famílias são separadas e o pânico instala-se. Ninguém consegue compreender que barreira é aquela, de onde vem ou quando (se é que algum dia) desaparecerá. Agora, um grupo de cidadãos intrépidos, liderado por um veterano da Guerra do Iraque, toma as rédeas do poder no interior da cúpula. Mas o seu principal inimigo é a própria redoma. E o tempo está a esgotar-se…

Quando ignorar não é o suficiente

E quando alguém nem com a ignorância se contenta? Se por um lado mostra cada vez mais quem realmente é, por outro tem a capacidade de deixar qualquer me incrédula com facto de não ter noção das atitudes que tem. Bem que se podia poupar às figuras que faz, mas prefere dizer que eu é que as faço, lindo.
Eu ando a acumular, a evitar dizer tudo o que vem à cabeça, a ver se a criatura percebe que está a ser ridículo, um dia "explodo" e ainda acabo por dizer o que não devia. E, eu que julgava que na altura tinha posto os pontos nos "is", pelos vistos, enganei-me.
Paciência, muita paciência!

Isto parece uma história de malucos.

A Cúpula, livo I - Stephen King, (a ler...)

A Cúpula, livro I - Stephen King
Sinopse:
Num bonito dia de outono, um dia perfeitamente normal, uma pequena cidade é súbita e inexplicavelmente isolada do resto do mundo por uma força invisível. Quando chocam contra ela, os aviões despenham-se, os carros explodem, as pessoas ficam feridas. As famílias são separadas e o pânico instala-se. Ninguém consegue compreender que barreira é aquela, de onde vem ou quando (se é que algum dia) desaparecerá. Agora, um grupo de cidadãos intrépidos, liderado por um veterano da guerra do Iraque, toma as rédeas do poder no interior da cúpula. Mas o seu principal inimigo é a própria redoma. E o tempo está a esgotar-se…

Sigo a série Under the Dome, e está a ser bastante interessante ler o livro e ao mesmo tempo associar ao que aconteceu na série, tanto o que acontece da mesma forma como coisas que acontecem de forma diferente, e se havia personagens que não suportava, no livro conseguem ser piores. Estou curiosa para ver o fim do livro e o da série.

Bolachas de côco e baunilha


Estas são talvez as melhores bolachas que algumas vez fiz, são óptimas, deliciosas, viciantes! Fiz o dobro da receita aqui indicada, o que deve ter dado cerca de 80 bolachas (2 frascos cheios de bolachas) e 4 horas de trabalho ( a pôr,tirar, preparar tabuleiros) e duraram 3 dias.
Aqui fica a receita.


A culpa é do macaco!

Imagem8_incompleta

Estão a ver aqueles momento em que temos montes de coisas para fazer, mas tudo parece mais interessantes que isso?
E os momento de "tenho tempo" quando temos alguma coisa para fazer e, o "tenho tempo", é apenas até ao dia seguinte e, damos por nós a pensar que o dia tem 24 horas?

*escusado será dizer que este é um desse momentos...

Dark Lord Funk


"(..)Dark Lord Funk you up, Dark Lord Funk you up
Dark Lord Funk you up, Dark Lord Funk you up
I said Dark Lord Funk you up, Dark Lord Funk you up
Dark Lord Funk you up, Dark Lord Funk you up (...)"

O maravilhoso mundo dos remixes

O que eu já me ri com isto!
Melhor mesmo só o facto de já os estar a ouvir em modo repeat...





mais aqui: DJ Quim das remisturas

Adoro, adoro, adoro!!!


"The meadows of heaven await harvest
The cliffs unjump cold waters untouched
The elsewhere creatures yet unseen
Finally your number came up
Free fall awaits the brave"

As música dos Nightwish são simplesmente mágicas! Mal posso esperar pelo novo álbum.

Roupa...


Preciso de comprar roupa, ou melhor, algumas camisolas principalmente para a primavera/verão...mas, epá grande parte da roupa é tão "aborrecida", ou melhor dizendo, não me identifico com grande parte do que vejo à venda, ou quando vejo algo de que gosto, experimento a peça e não gosto da forma de como me assenta. Por outro lado, há peças que até podem ser minimamente bonitas, mas a qualidade não vale o preço da mesma (sim, não me apanham a dar 15€/20€ por camisolas tão transparentes como as minhas cortinas (se a transparência foi um "pormenor" que não seja característica da falta de qualidade do tecido é diferente)). Sem dúvida que são bastante amigos da minha carteira, pois a probabilidade de ver algo que realmente compre anda muito reduzida, vendo pelo lado positivo, já não há peças que me façam ter pena de não as poder comprar.
Estou tão farta de ver aquelas t-shirts só com uma palavra/frase (acho que a  graça (se é que alguma vez a tiveram) já passou à muito), faz-me lembrar aquelas t-shirts que mandamos imprimir nas feiras por 5€; aqueles vestidos sem forma são horríveis ( a quem é que aquilo assenta bem, mesmo?); podem variar mais nos comprimento dos tops, não se limitando tanto ao cropped (também não é necessário quase chegarem ao joelhos (como aconteceu com algumas camisolas no inverno)...e variarem um bocado, será assim tão má ideia?


A lenda do Vento, Série Torre Negra - Stephen King (a ler...)


Sinopse:
Em "A Lenda do Vento", Stephen King transporta-nos à Terra Média, o território espetacular da saga «A Torre Negra». Roland Deschain, Jake, Susannah, Eddie e Oy enfrentam uma terrível tempestade quando acabam de atravessar o rio Whye e são obrigados a abrigar-se numa cidade há muito abandonada. Embalados pelo brilho das chamas e pelo uivo do vento, os quatro companheiros acompanham o pistoleiro em dois episódios de seu passado. Uma viagem encantadora e assustadora ao mundo de Roland e um testemunho do poder e da magia de Stephen King a contar histórias.

Este é o primeiro livro da série Torre Negra que estou a ler, comprei-o um pouco ao acaso porque estava em promoção e pareceu-me interessante, na altura não me tinha apercebido de que pertencia a uma série, contudo, independentemente disso, não senti a necessidade ler a saga desde o início para ir percebendo a história. 
É provável que adquira mais livros desta saga, pois, estou a gostar bastante deste, de qualquer forma, pelo que me apercebi, os livros em Portugal não foram lançados por ordem, tendo sido publicados de forma aleatória.

Pretty on the outside


"So you wanna play games with my head
But you make me fall apart, and wish that I was dead
Can't believe I fell for such a blackened heart
You played me for a fool and just used me from the start
(..)
So just take off that disguise, everyone knows that you re only
Pretty on the outside"

Bolachas de amêndoa


Adoro amêndoa ( e tudo o que seja frutos secos)! Queria fazer umas bolachas, mas como para a receita que tinha pensado fazer não tinha ingredientes que chegue, optei por outra e decidi fazer estas.
São ótimas para acompanhar um chá/café (ou simplesmente comê-las sem nada a acompanhar).
Aqui fica a receita.


Campanha youzz -




Fui seleccionada para participar na campanha "Óleo extraordinário de L'Oreal Paris" da  #youzz . Recebi os produtos para experimentar e, deixo-vos aqui a minha opinião.


Voltar atrás no tempo


Se eu pudesse, eu pintava tudo de música :)


Muitas das que aqui estão, estiveram no meu mp3 durante bastante tempo, outras ainda permanecem, outras tenho-as em cd...acrescentava algumas à lista, outras não me lembro... e, de repente dou por mim estas músicas, umas com mais significado que outras, músicas que parecem tão autênticas, coisa que parece já não acontecer atualmente.

E porque hoje está um dia chuvoso...


Apetece-me ouvir músicas calmas e um pouco melancólicas...enquanto faço trabalhos para os exames
...a falar em trabalhos e fechei o programa sem ter guardado as alterações que tinha feito *muito bem*

Fim

Foi a melhor decisão que podia ter tomado e, aquela que já devia ter feito à mais tempo. Chega, vamos desculpando muita coisa, até ao dia em que percebemos que nada vai mudar e, não importa quantas conversas se tenha, que nada muda.
Ainda me pergunto como é que permiti isto durar tanto tempo, como é que apesar de já me ter apercebido de muitas coisas antes, não fui capaz de tomar nenhuma atitude...