A estupidez humana não tem limites


Não consigo achar normal queimar um gato, juro que não e, fazer disso espectáculo, muito menos. Que tipos de atrasados vão assistir e regozijam-se com a cena? Infelizmente, num país onde temos por "tradição" espetar ferros em touros, não é de admirar que haja mais "tradições" bárbaras.

O que eu consegui sentir, foi nojo, muito nojo, e um grande desprezo.

O que vi naquela reportagem, foi uma conversa de gente acéfala. "A gata está bem e anda por aí." (enquanto seguram uma foto da gata dentro de um cesto barro fechado com arames), imagino que sim, toda queimada deve estar optimamente bem (ela morreu pouco tempo depois). "Todos os anos dá um gato.", que orgulho, como é que alguém é capaz de dar dar um animal (seja de estimação ou não) para ser queimado? Parece coisa de gente doida, gostava que fosse mentira, que este tipo de coisas já não acontecesse em pleno século XXI, já era mais que altura de deixar este tipo de "tradições".

Espero sinceramente que se faça justiça.

Comentários