Within Temptation - Say My Name



"You touch my hand
As colours come alive
In your heart and in your mind
I cross the borders of time
Leaving today behind
To be with you again"

Apesar de a adorar, não ouvia esta música há alguns anos. Hoje voltei a ouvi-la, simplesmente porque apareceu nas sugestões do Youtube e, acabei por descobrir que era dedicada à avó da Sharon, que sofria de alzheimer. É uma homenagem linda, fiquei a adorar ainda mais a música.

Never go back - Evanescence


Ainda não ouvi este último álbum, apenas algumas músicas. Gosto bastante da intro desta musica.

"Everything is so dark and I know there's
Something wrong but I can turn the light on
In that split second change
When you knew we couldn't hold on I realized"

Amy - The Girl Behind the Name

"Eu não quero ser famosa. Tenho certeza de que não aguentaria a pressão"
Amy Winehouse foi provavelmente uma das mais talentosas artistas do últimos anos.


Amy, é um filme realizado por Asif Kapadia, que reúne vídeos caseiros, entrevistas com familiares, excertos de concertos, fotos, bastidores, depoimentos de amigos, familiares e da própria Amy Winehouse. Retrata a vida da cantora desde o início da sua carreira, até à sua morte, bem como a sua adolescência. É um retrato de como a fama pode destruir vida de alguém.

Orphan Black




Orphan Black centra-se em Sarah Manning, uma mulher que assume a identidade de outro clone, Elizabeth Childs, depois de testemunhar o suicídio da mesma, descobrindo assim os clone. A série levanta questões sobre as implicações morais e éticas da clonagem humana e seus efeitos sobre questões de identidade pessoal.


A Rapariga no Comboio - Paula Hawkins

 Sinopse:
Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.
Até que um dia...

Chris Cornell e Chester Bennington


Sinto-me chocada.
De alguma forma, todas as bandas que fizeram parte da minha vida estão a desaparecer. Ouvi vezes sem conta o A Thousand Suns, Meteora , adorava aqueles primeiros álbuns. Marcaram a minha vida, apesar de atualmente já não os ouvir com a mesma frequência
Vinha a ouvir o álbum Revelations dos Audioslave antes de saber da morte de Chris Cornell, num minuto estava a ouvi-lo e, no seguinte, já não existiria mais. O mundo da música está sem dúvida a ficar mais pobre.





Quando o cuco chama - Roberth Galbraith, opinião


Sinopse:
Quando uma jovem modelo, cheia de problemas na sua vida pessoal, cai de uma varanda coberta de neve em Mayfair, presume-se que tenha cometido suicídio. No entanto, o seu irmão tem dúvidas quanto a este trágico desfecho, e contrata os serviços do detetive particular Cormoran Strike para investigar o caso. Strike é um veterano de guerra - com sequelas físicas e psicológicas - e a sua vida está num caos. Este caso serve-lhe de tábua de salvação financeira, mas tem um custo pessoal…
Um policial envolvente e elegante, mergulhado na atmosfera de Londres. Quando o Cuco Chama é um livro notável, um romance policial clássico na tradição de P. D. James e de Ruth Rendell, que marca o início de uma série verdadeiramente singular escrita por Robert Galbraith, o pseudónimo de J.K. Rowling, autora da série Harry Potter e do romance Morte Súbita.

Roberth Galbraith, é o pseudónimo de J.K. Rowling. Inicialmente foi lançado de forma anónima e, alguns meses mais tarde, J.,K. Rowling foi revelada como a autora do mesmo.


Switched at birth


Bay Kennish (Vanessa Marano) e Daphne Vasquez (Katie Leclerc) são duas adolescentes que descobrem que foram trocadas acidentalmente no hospital ao nascerem. Bay cresceu em uma família rica, com seus pais e o irmão, enquanto Daphne, que perdeu a audição ainda criança devido a um caso de meningite, mora com a mãe em um bairro pobre. Agora as duas famílias precisam aprender a conviver juntas para o bem das raparigas.
A minha série preferida acabou. Não sei quando é que vou encontrar outra série que adore tanto quanto esta.


Fifty Shades Of Grey

Fifty Shades Of Grey



Fifty Shades Darker

Se há filmes que me arrependo de ver, são sem dúvidas estes dois. Como é que possível fazer um filme tão vazio e sem história?, não sei, mas conseguiram. Como é que um filme destes é um sucesso de bilheteiras? Também não percebo, se tivesse gasto dinheiro para os ir ver, ia sentir-me literalmente roubada.


The Pelicano Brief



Sinopse:

Abraham Rosenberg, juiz da Suprema Corte, 91 anos, é uma lenda viva do Supremo e, provavelmente, o homem mais odiado da América. Ele está em sua casa, a dormir, quando recebe tiros com silenciador na cabeça. Horas depois, o mesmo assassino dirige-se para um cinema gay. Lá, assistindo a um filme porno, está o mais jovem juiz da Suprema Corte, Glenn Jansen. O matador internacional, homem de muitas faces, idiomas e que nunca deixa pistas, liquida Jansen sumariamente, estrangulando-o.

O país espanta-se. O presidente quer saber se há alguma agência, operação ou grupo ligado ao caso. A CIA e o FBI não têm ou não querem dar as respostas.

Speak to me - Amy Lee

Adoro!


Gosto bem mais desta que da "Love Exists".

Be still, my love
I will return to you
However far you feel from me
You are not alone

I will always be waiting
And I'll always be watching you

Speak to me
Speak to me
Speak to me

I can't let go
You're every part of me
The space between is just a dream
You will never be alone

I will always be waiting
And I'll always be watching

We are one breath apart, my love
And I'll be holding it in till we're together
Hear me call your name
I'll just speak

Speak to me
Speak to me
Speak

I feel you rushing all through me
In these walls I still hear your heartbeat
And nothing in this world can hold me back
From waking through to you

We are one breath apart, my love
And I'll be holding it in till we're together
Hear me call your name
Just believe and speak

Speak to me
Speak to me
Speak to me

Freedom Makeup - Today's Tonight's eyeshadow palette

Comprei esta palete de sombras há algum tempo (em dezembro, talvez), isto, porque a que usava antes (Technic) já estava sem validade e precisava de a substituir.

Freedom - Today's Tonight Pro Decadance (10€)
Estava indecisa entre comprar esta palete e a The Blushed Nudes da Maybelline. Não conhecia a marca e, acabei por fazer uma pequena pesquisa sobre ela para perceber se valia a pena.

Pulp Fiction


Pulp Fiction, é um filme que sempre me despertou curiosidade e, só recentemente é que o vi. Adorei o filme, fiquei viciada na banda sonora e, foi assim que comecei a ver outros filmes de Tarantino e a ficar viciada. É um filme que vale a pena ver.

La La Land - Melodia do amor


Não sou a maior fã de musicais, e desde que ouvi falar deste filme, sempre me interroguei se merecia assim tanto destaque.


2017


Um ano que começa com um reencontro de amigos que já não vejo há algum tempo, só pode começar da melhor maneira! E espero que ao longo do ano possamos estar junto mais vezes.


É inverno...e está frio!


Uau! A novidade do ano. Estamos em Janeiro, é inverno, logo faz frio. Nada de aparentemente anormal, exceto para os jornalistas.
Todos os anos é a mesma coisa, directos de lojas de aquecedores, a recomendação para o uso de roupa quente e em camadas, o beber bebidas quentes, o fato de quase ninguém sair à noite por...estar frio.
Eu ficava era admirada se neste momento estivessem 20ºC, isso é que era notícia, agora ser inverno e estarem -3ºC é normal.

Into the wild



Já vi este filme no ano passado, na altura não escrevi nada aqui, o que é de admirar, dado que adorei o filme. Hoje ao ouvir a banda sonora, senti que tinha de falar sobre ele.


You Probably Couldn't See For The Lights But You Were Staring Straight At Me - Arctic Monkeys


"One look sends it coursing through the veins, oh how the feeling races

Back up to their brains to form expressions on their stupid faces
They don't want to say hello, like I want to say hello"